História da Casa de Encosturas

Como começou a nossa aventura

 

Uma história de vida… FELIZ!

 

Após uma vida já cheia, depois da nossa retirada das profissões de Enfermeira e Analista de Sistemas na Banca, compramos uma casa que seria para passar férias. Porém, rapidamente começamos a utilizá-la como principal. Pelas suas características desde logo nos atraiu e deu ideias para uma actividade que começou a dar-nos muito prazer. Tinha frutos e terreno suficiente para plantar novas árvores de fruto e ervas aromáticas, e nós agora tínhamos o precioso tempo, escasso até então, e energia para Criar!

Assim, em 2007 começamos a produzir as primeiras compotas e licores para comercializarmos na Feira de Gastronomia de Vila do Conde. A grande surpresa foi a excelente recetividade que esses primeiros produtos tiveram nos clientes. Agora, passados 4 anos, verificamos em todas os eventos em que participamos que conquistamos tanto os corações desses nossos queridos Clientes (amigos) porque nos procuram e trazem consigo os seus amigos para nos conhecerem.

Estamos no caminho certo mas ainda longe da nossa ambição. Temos ao nosso lado, dando-nos apoio e incrementando mais valia ao negócio, os nossos dois filhos Cláudia e Hugo, a Mónica e a nossa neta Bia, o que nos leva a não pensar em desistir. Este é um verdadeiro negócio familiar que dará frutos pelo amor e empenho que lhes emprestamos. Temos projetos para o futuro e um dos objetivos é a internacionalização. Temos a certeza que vamos conseguir. Este é o nosso desafio diário.

Bem-haja todos os que nos apoiam.


Cabeceiras de Basto, 12 de Outubro 2011

 

Maria & António Vaz Maia